Editorial: limites do activismo

Não se pode proibir os jovens de reivindicarem os seus direitos. Isso é ponto assente, sobretudo num país com os índices de desemprego elevadíssimos e uma crise económica que inspira sérios cuidados.

Apesar dos problemas, que não são poucos, a solução precisa de . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta