Editorial: Um cidadão do mundo

Editorial: Um cidadão do mundo

A morte de José Eduardo dos Santos continua a gerar comoção em vários quadrantes. Foi, na verdade, um cidadão do mundo, tal como vão demonstrando os testemunhos provenientes de todos os continentes, onde em muitos países deixou a sua marca como político, estadista e . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta