ENQUANTO ELES ENCHEM AS BARRIGAS…

ENQUANTO ELES ENCHEM AS BARRIGAS…

Não é mesmo por mal, mas, outras vezes, acho que a minha mãe tem exagerado nas suas histórias sobre mim. Vê só, dessa vez, perante os kambas e umas belas canucas, a velha não se importou: encheu o peito, soergueu a voz num soprano afinado e contou . . .


Registe-se ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta