Estado de inquinação e inanição dos nossos ditos intelectuais

Estado de inquinação e inanição dos nossos ditos intelectuais

Na quarta-feira da pretérita semana fui convidado sem querer a participar da última despedida de um homem que, tanto em vida como agora fazendo parte do mundo dos que controlam o mundo dos vivos por via celestial, foi e sempre será meu padrinho de baptismo. Foi um dia . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta