Esterilização de afro-americanos praticada até 1974 foi “acto de genocídio”

Esterilização de afro-americanos praticada até 1974 foi “acto de genocídio”

Um estudo da universidade norte-americana de Duke aponta que um programa de esterilização conduzido até 1974 no Estado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos da América do Norte, visou deliberadamente afro-americanos, considerando que se tratou de “um acto de genoc . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta