Executivo apela aos estrangeiros cumprimento das leis na aquisição da nacionalidade angolana

Executivo apela aos estrangeiros cumprimento das leis na aquisição da nacionalidade angolana

Para o ministro da Justiça e dos Direitos Humanos, Francisco Queiroz, que falava no acto de atribuição da nacionalidade angolana a um grupo de 49 estrangeiros, é preciso que todos os interessados neste processo observem, antes de quaisquer expedientes, o respeito às leis da República de Angola . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta