Falta de escolas no Uíge força 400 crianças a estudar no congo

Falta de escolas no Uíge força 400 crianças a estudar no congo

Os municípios de Maquela do Zombo, Milunga e Quimbele são os mais afectados, segundo o director provincial da Educação, Manuel Zangala, que se lamenta também da fuga de professores das poucas escolas daquelas localidades, por causa do difícil acesso e a falta de subsídio . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta