Falta de medicamentos “força” pacientes a abandonarem centro de hemodiálise do Lobito

Falta de medicamentos “força” pacientes a abandonarem centro de hemodiálise do Lobito

O centro de hemodiálise no município do Lobito debate-se com a falta de medicamentos essenciais e reagentes para atender a pacientes com insuficiência renal, facto que está a obrigar a que estes se desloquem ao de Benguela, instalado no Hospital Geral. Esta unidade, que beneficiou . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta