Familiares de menor abusada por um Polícia queixam-se de morosidade processual

Familiares de menor abusada por um Polícia queixam-se de morosidade processual

Os familiares de uma menor de 15 anos de idade, abusada sexualmente supostamente por um agente da polícia, em Benguela, queixam-se de morosidade processual. A família associa a morosidade ao facto de o agente ser filho de uma alta patente do Comando Provincial da Polícia . . .


Registe-se ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta