Fisco defende que Cristiano Ronaldo deveria ser preso

Fisco defende que Cristiano Ronaldo deveria ser preso

A responsável da Unidade Central de Coordenação do Tesouro afirmou em tribunal que há contribuintes que estão detidos por infracções fiscais menos graves daquela que terá sido cometida por Cristiano Ronaldo.


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta