Fred Perry deixa de vender polo por associação a grupo neonazi

Fred Perry deixa de vender polo por associação a grupo neonazi

A Fred Perry deixou de vender um dos mais famosos modelos de polo da marca, por reconhecer uma apropriação do produto por parte de uma organização neo-nazi.

O fabricante britânico descreve como “incrivelmente frustrante” que os Proud Boys – grupo supremacista branco com sede nos Estados Unidos . . .


Registe-se ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta