Gestão do INEA já provocou duas prisões preventivas

Gestão do INEA já provocou duas prisões preventivas

A Procuradoria Geral da República (PGR) decretou, ontem, a prisão do ex-director do Instituto Nacional de Estradas de Angola (INEA), Joaquim Sebastião, e de Fançoni Matias da Costa Júlio, por pesarem sobre ambos fortes suspeitas de que terão lesado o Estado.


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta