Agente acusado de disparar contra cidadão indefeso

Agente acusado de disparar contra cidadão indefeso

Laurindo António Cutatoca morreu em consequência de um disparo de arma de fogo quando se recusava a ser detido e, consequentemente, acompanhar dois agentes da Polícia de Ordem Pública à Divisão de Cacuaco

Por: Romão Brandão

O cidadão de 36 anos . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta