Tundavala: um Estádio de milhões em queda livre

Tundavala: um Estádio de milhões em queda livre

Quando a 29 de Dezembro de 2009, o então primeiro- ministro, António Paulo Kassoma, sob chuva miúda inaugurou aquela que seria a maior infra-estrutura desportiva da região sul do país - o Estádio Nacional da Tundavala -, a escassos dias do CAN2010, ninguém imaginava que se viria a revelar num verdadeiro “gigante de pés de barro”, hoje prestes a ruir.


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta