Mantém-se o enigma da continuidade do projecto SHOW do Mês

Finda a IV temporada do projecto musical “Show do Mês”, sob a égide da Nova Energia, mantém-se a incógnita sobre a sua continuidade no próximo ano devido à falta de patrocínios.

POR: Jorge Fernandes

Essa informação foi prestada Simão, coordenador e mentor deste projecto mensal, quando fazia o balanço desta quarta temporada, que considerou como sendo positiva, pois levou ao palco este ano os músicos previstos, tendo o público apreciado diferentes gerações de artistas.

Todavia, questionado sobre a continuidade do projecto, Yuri Simão esclareceu que há todo o interesse para a sua continuidade, embora a resposta a este quesito dependa dos parceiros, a fim de manter a regularidade e a qualidade já demonstrada ao longo destes anos. Nesse sentido, só à guisa de exemplo, o espectáculo está avaliado em 14 milhões de Kwanzas, sete por cada noite, montante que varia em detrimento da logística preparada para receber os artistas e toda a produção em cerca de vinte dias de ensaios para os concertos.

lucrativo e também, graças aos parceiros, também não se torna dispendioso no que toca a prejuízos ou dívidas, de modo que conseguimos fazer um equilíbrio, fruto do rigor orçamental do próprio projecto”, explicou. Entretanto, apesar do enigma que ainda se impõe para o prosseguimento no próximo ano, Yuri Simão disse que alguns parceiros já deram algum sinal de poder continuar, mas não se sabe ainda como há-de ocorrer o próximo ano económico para o país. Caso se volte à normalidade, a quinta temporada deverá arrancar no Mês de Fevereiro. O responsável referiu que o Show do Mês já é uma marca e mantê-lo na continuidade é um enorme orgulho, pois já se tornou num cartão postal e cultural, sobretudo de Luanda.

Objectivos

A par da concretização do “Show do Mês”, a Nova Energia propõe como principais objectivos para 2018, a realização do “Show Piô- Voltar a ser criança” e o Angola 70, que deverá este último também ser realizado no Centro de Conferências de Belas, no Futungo. “Nós, este ano, realizamos vinte espectáculos no âmbito do Show do Mês e mais um que é o Show Piô.

Queremos manter a mesma regularidade e melhorar a cada espectáculo, pois as exigências são cada vez maiores, assim como juntar novos e velhos músicos no mesmo palco”, apontou. Este ano subiram ao palco do Show do Mês artistas como Aline Frazão, Jovens do Prenda, Calabeto, Totó ST, Conjunto Angola 70, Cantando Teta Lando, Maya Cool, Carlitos Vieira Dias. A senda de homenagens deverá continuar a levar música angolana de artistas com obra feita, com visibilidade e com carreiras segmentadas.

O projecto

O projecto musical Show do Mês iniciado em 2014, sob a chancela da produtora de eventos Nova Energia, é realizado mensalmente com com dois espectáculos, trazendo à ribalta músicos angolanos da vanguarda bem como aqueles de qualidade singular, mas com poucas oportunidades de se mostrarem ao público.