Thiago Azulão eleito melhor jogador do ano

O brasileiro do Petro de Luanda bateu na concorrência o congolês-democrático Bobó e o internacional angolano Geraldo, ambos jogadores do 1º de Agosto.

POR: Mário Silva

O avançado brasileiro do Petro de Luanda, Thiago Azulão, foi, no Sábado, eleito melhor jogador do ano, na primeira edição da Gala FAF, denominada “Palancas Negras”. O evento decorreu no Centro de Conferências de Belas, nos arredores de Luanda. Na ausência do jogador”, o director para o futebol da equipa tricolor, Sidónio Malamba, mostrou- se radiante pelo troféu.

O responsável do clube do Catetão explicou que o atleta está a gozar as merecidas férias no seu país natal, mas acredita que estará feliz pelo prémio. “Obrigado a todos que acreditam no potencial do Thiago Azulão, este troféu até amanhã (ontem) estará nas mãos do dono”, garantiu Sidónio Malamba. Na categoria supracitada, o brasileiro bateu na concorrência o congolês-democrático Bobó e o internacional angolano Geraldo, ambos jogadores do 1º de Agosto.

Vencedores das outras categorias: Caporal, jogador revelação; Gerson, melhor guarda-redes; Bastos, melhor jogador no estrangeiro; Bobó, melhor golo; Dragan Jovic, melhor treinador; Carlos Hendrick dirigente do ano; António Dungula, melhor arbitro; Jerson Emiliano, melhor árbitro assistente; 1° de Agosto, melhor clube; Petro de Luanda, melhor claque; 1° de Agosto, escola de formação. Na ocasião, o presidente da Federação Angolana de Futebol, Artur Almeida e Silva, fez balanço positivo da primeira edição da Gala da FAF,e prometeu que o evento é para ser repetido.

1º de Agosto domina onze ideal da FAF

O 1º de Agosto, bi-campeão nacional, dominou o onze ideial da FAF com cinco jogadores, ao passo que o seu arqui-rival, Petro de Luanda, ficou na segunda posição com quatro atletas. Deste modo, o Kabuscorp do Palanca Interclube e Sagrada Esperança da Lunda-Norte ficaram todos com um atleta cada. Gerson, Paízo, Bobó, Wilson, To Carneiro, Herinilson, Ibukun, Buá, Tresor, Geraldo, Tiago Azulão e Dr. Lami formam o 11 do ano.

Mulheres do rei futebol reconhecidas

As antigas jogadoras da Selecção Nacional de futebol feminino, Guigui, Irene Gonçalves e Eufrazina Maiato foram homenageadas pelo contributo no desenvolvimento da modalidade nos anos 1990. Na ocasião, Eufrazina Maiato, actual presidente da Associação Angolana a Mulher e o Desporto (AMUD), agradeceu a iniciativa da Federação.