Libolo procura passe para a final

Depois de vencer os polícias nos quartos-de-finais da Taça dos Clubes Campeões Africanos, por 71-65, oo clube libolense cruza com Association Sportive de Salé de Marrocos nas “meias”.

POR: Isandra Capita

O Sport Libolo e Benfica garantiu, ontem, o passe para as meias-finais da Taça dos Clubes Campões Africanos de basquetebol sénior masculino, que decorre na Tunísia, após vencer o Interclube de Angola (71-65). Com este triunfo, o Libolo mede forças esta noite hoje com o Association Sportive de Salé de Marrocos, às 20:25.

Nesta partida, o conjunto angolano vai procurar assumir as rédeas do jogo nos primeiros minutos com atitude para não facilitar a vida dos opositores. Por este facto, os pupilos de Raúl Duarte terão que redobrar os esforços, porque nesta fase é proibido cometer erros. Ainda assim, a equipa técnica sabe que é imperioso lançar para a quadra um conjunto forte que possa garantir a vitória, rumo à conquista do título. Por outro lado, os marroquinos partem para este desafio com a pretensão de repetir a proeza dos “quartos”, em que venceram o Ferroviario da Beira por 92-63.

Para isso, o representante de Marrocos é obrigado a anular as principais peças da turma angolana, que tem jogadores de enorme qualidade técnica e táctica. Os polícias entraram com objectivo de procurar ganhar o passe de acesso à disputa das meias-finais da festa da bola ao cesto africana, sendo que exploraram a capacidade de contra-ataque e penetração da equipa.

Na partida de ontem, no primeiro período, os libolenses já venciam por 25-19, mas o Interclube correu atrás do prejuízo, tendo conseguido reduzir a desvantagem parcial de 19-20, ou seja por 38-45. No reatamento, os comandados de Raúl Duarte aproveitaram da fraca produtividade do adversário para ganhar vantagem no marcador.

Ainda assim, a formação afecta aos bombeiros esteve melhor no último período do encontro ao vencer com o parcial de 18-8, quer dizer 71- 65, mas não teve pernas para acompanhar e contrapor as manobras ofensivas e defensivas da equipa da província do Cuanza-Sul. Com a derrota, o Interclube disputa as qualificativas do oitavo ao quinto lugar.