65 jornalistas foram assassinados no mundo este ano

65 jornalistas foram assassinados no mundo este ano

A Síria continua a ser o país com mais mortes de membros da imprensa. O México é o lugar mais perigoso para repórteres onde não há guerra declarada.


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta