Peter Jackson aconselhado pela produtora de Weinstein a não trabalhar com Ashley Judd e Mira Sorvino

O realizador dos filmes “Senhor dos Anéis” disse que a produtora de Weinstein o desaconselhou a trabalhar com Ashley Judd e Mira Sorvino porque era “um pesadelo trabalhar com elas”.

O realizador Peter Jackson assumiu não ter incluído os nomes de Ashley Judd e Mira Sorvino na lista do elenco para os filmes “Senhor dos Anéis” depois de a produtora de Harvey Weinstein o ter desaconselhado a trabalhar com as actrizes. “Lembro-me da Miramax nos dizer que era um pesadelo trabalhar com elas e devíamos evitá-las a todo o custo.

Isto foi provavelmente em 1998”, recordou o realizador à publicação neozelandesa Stuff. Peter Jackson referiu mesmo que suspeita que lhe foram dadas “informações falsas” sobre estas “talentosas mulheres” e, consequentemente, “os seus nomes foram retirados da nossa lista de casting”. “Na altura, não tínhamos qualquer motivo para pôr em causa o que estes tipos nos estavam a dizer mas, em retrospetiva, percebo que isto foi muito provavelmente a campanha de difamação da Miramax.”

A porta-voz de Weinstein negou, através de um comunicado, as acusações, referindo que Harvey Weinstein e o irmão nada tiveram a ver com o casting dos filmes “Senhor dos Anéis” e que Ashley Judd fez depois parte do elenco dos filmes “Frida” e “Crossing Over”. De acordo com Peter Jackson e a mulher, Fran Walsh, o produtor não está a ser sincero. “Nos 18 meses em que desenvolvemos ‘Senhor dos Anéis’ na Miramax, tivemos muitas conversas sobre o casting com Harvey Weinstein, Bob Weinstein e os seus executivos.

Entre os nomes mencionamos, a Frane eu mostrámos o nosso entusiasmo pela Ashley Judd e pela Mira Sorvino. De facto, encontrámo-nos com a Ashley e debatemos dois possíveis papéis com ela. Depois desta reunião, a Miramax disse-nos para nos afastarmos tanto da Ashley como da Mira, porque disseram ter tido ‘más experiências’ com estas actrizes no passado”, lê-se num comunicado divulgado pela Entertainment Weekly. Peter Jackson refere que este tipo de comentários sobre os actores “não é incomum”, mas uma vez que há este “feedback negativo sobre alguém, não se esquece”. “Fran Walsh estava na mesma reunião que eu lembra-se destes comentários negativos sobre a Ashley e a Mira tão bem quanto eu. Não temos qualquer motivo para estar a inventar isto.