Marido acusado de matar a mulher grávida

Na mesma senda, a Polícia apresentou o cidadão Ito Salvador, 30 anos, que está a ser acusado da morte, à facada, da sua esposa, depois dos dois se terem desentendido no interior de uma hamburgaria do bairro Capalanga, município de Viana (em Luanda)..

Ito Salvador contou que foi surpreendido pela esposa quando se encontrava a consumir bebidas alcoólicas na companhia da sua amante. Explicou que, revoltada, a malograda partiu para agressão contra a rival com a ajuda de mais duas jovens. “Separei as duas e meti a minha mulher fora, mas ela tirou uma faca que estava sobre uma bancada de venda de carne assada, vulgo pincho, e tentou acertar-me.

Peguei-lhe no braço, mas ela, ao puxar a faca, espetouse na barriga”, explicou. Esta versão foi contrariada pelos efectivos do Serviço de Investigação Criminal (SIC) que afirmam que o jovem Ito feriu intencionalmente a sua “amada” no abdómem, apesar de saber que a mesma estava no terceiro mês de gestação. O acusado mantinha uma relação com a acusada há mais de seis anos. Neste momento, encontra- se em prisão preventiva, enquanto se segue os trâmites legais para o levar a julgamento.

No total, a Polícia apresentou cidadãos implicados em 12 homicídios, sendo nove voluntários e três frustrados que ocorreram no período de sete dias (13 a 19 de Dezembro) que supostamente causavam pânico nos municípios de Cacuaco, Talatona, Viana e distrito urbano do Sambizanga.