Fundistas namibianos chegam a Luanda

A quatro dias do tiro de largada da SãoSilvestre, corrida pedestre de fim-de-ano, Reinhold Thomas e Lavinia Haitope chegarão à cidade capital nas próximas horas.

POR: Sebastião Félix

Os fundistas namibianos que vão participar na São Silvestre, no dia 31 do corrente mês, chegam amanhã a Luanda, segundo a Federação Angolana de Atletismo (FAA). Os dois atletas, Reinhold Thomas e Lavinia Haitope, estarão na cidade capital para disputar os primeiros lugares na tradicional corrida de dez quilómetros. Segundo a FAA, os profissionais prepararam-se, todo o ano, para a corrida pedestre de fim-de- ano.

Para manter o ritmo competitivo, os fundistas namibianos participaram em várias provas locais e internacionais. Por isso, estarão em Luanda sem receios, porque tiveram uma preparação à altura antes e depois de confirmarem presença na São Silvestre. Por outro lado, o órgão que rege a modalidade no país fez saber que mais atletas chegam ao país nas próximas horas. Botswana, Zimbabwe, África do Sul e Portugal são os países que também confirmaram presença na prova.

No que concerne a organização da corrida, mais de mil inscrições foram feitas. A organização da corrida garante que a Polícia Nacional está preparada para garantir a segurança, uma vez que amanhã haverá uma reunião com os membros da Federação. Na reunião, os técnicos da FAA e da Polícia Nacional vão analisar a forma como vão assegurar o controlo do perímetro. Os técnicos do Governo Provincial de Luanda (GPL) estão a trabalhar para melhorar as falhas encontradas no percurso.Os técnicos do GPL, contudo, garantiram que dois dias antes do tiro de largada no Largo da Mutamba, os buracos e outros aspectos que condicionam a corrida serão ultrapassados.

Militares preparados para a corrida

A equipa de atletismo do 1º de Agosto, em ambos os sexos, está preparada para a corrida pedestre de fim-de-ano. Por este facto, aprimoram a preparação, segundo o técnico Bartolomeu Konde. Apesar de ser uma prova difícil, a equipa militar entra com o objectivo de se posicionar entre os melhores depois do corte da meta no Estádio dos Coqueiros. “Os atletas estão preparados. Temos acompanhado as questões técnicas e físicas”, disse o técnico. Por sua vez, a fundista Neide Dias adiantou que está preparada para a corrida, continuando por isso motivada.