SPCB regista mais de 4000 ocorrências em 2017

Apesar de terem sido registadas menos 122 vítimas, o balanço de ocorrências do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros aponta para um aumento de 221 mortos.

POR: Afrodite Zumba

O porta-voz Nacional do Serviço de Proteccção Civil e Bombeiros (SPCB), Faustino Sebastião, revelou ontem, em Luanda, que a corporação registou, de 1 de Janeiro a 15 de Dezembro do ano em curso, mil e 156 mortes, mais 221 em relação ao ano passado.

Segundo o responsável, este dado consta das 4 mil e 806 ocorrências notificadas pela instituição ao longo do referido período, na qual foram atendidas duas mil e 67 vítimas, menos 122 do que no anterior período homólogo.

A nível nacional foram registados 2 mil e 696 incêndios, mais 45 em relação ao ano passado, que afectaram, sobretudo, o sector residencial. Por outro lado, o oficial superior do SPCB destacou que o Departamento de Socorro ao Náufragos notificou 539 casos de afogamento ao longo do corrente ano, engrossando a estatística com mais 80 em relação ao ano transacto.

No que tange à sinistralidade rodoviária, considerada como a segunda maior causa de morte em Angola, os efectivos do SPCB estiveram envolvidos no trabalho de socorro às vítimas em 536 acidentes, menos 181 em relação ao ano anterior. “Das ocorrências registamos 911 feridos, menos 269 comparativamente a 2016”, refe