SPCB aposta na prevenção como estratégia para 2018

O Comandante do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, Bênção Abílio, convida a população a obedecer às instruções que visam reduzir as ocorrências de sinistros.

POR: Afrodite Zumba

O Comandante do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros (SPCB), comissário Bênção Abílio, afirmou ontem, em Luanda, que a instituição adoptará a estratégia de prevenção e aconselhamento como estratégia de trabalho para o ano 2018.

A medida visa reduzir os elevado índice de incêndios, afogamentos e sinistralidade rodoviária registados pela referida organização ao longo do ano que terminou, em que mil e 156 pessoas faleceram. Para se atingir tal objectivo, o responsável salientou que os efectivos do SPCB estarão empenhados em “Dar vida para salvar Vidas”, bem como adoptarão mudanças no comportamento, sendo mais rigorosos e disciplinados.

No entanto, é necessário que a população obedeça às suas orientações. Sobre o assunto, referiu que muitas ocorrências registadas em 2017 foram causadas pelo não acatamento dos conselhos frequentemente feitos pela corporação através da comunicação social, visando prevenir incêndios, afogamentos e demais sinistros. “Lamentamos que alguns conselhos nossos não tenham sido acatados no que toca aos banhos em praias não autorizadas tanto no litoral como em rios e cacimbas, nas províncias do Huambo e Bié”, declarou Bênção Abílio.

Por outro lado, ressaltou a necessidade dos pais e encarregados de educação numa maior atenção às crianças, porque muita delas foram vítimas de queimaduras ao manusearem utensílios domésticos. O Serviço de Protecção Civil e Bombeiros é um órgão afecto ao Ministério do Interior com a missão de proteger vidas humanas e bens em perigo, mediante a prevenção e extinção de incêndios, o atendimento pré-hospitalar, o socorro aos náufragos e redução de risco de desastres.