Criadores de arte da Lunda-Norte clamam por apoios

Criadores das artes culturais da Lunda Norte solicitaram neste Sábado, na cidade do Dundo, durante um encontro com a ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, apoios nas mais diversas áreas de actuação

Os agentes culturais abordaram entre outras questões, a criação de uma Casa de Cultura para facilitar a exposição e expansão das diversas obras de arte. Na ocasião, Carolina Cerqueira, que respondia às preocupações dos agentes culturais, destacou a construção da Casa da Cultura por ela poder dar maior visibilidade aos artistas, proporcionando conhecimentos sobre a história do povo da região Leste, com obras de artesãos, escritores, músicos, actores, poetas, bem como a tradição e o folclore Chokwe.

A preservação do património material e imaterial foi também ressaltada pela titular do Ministério da Cultura, que está na Lunda-Norte no âmbito da jornada do 8 de Janeiro, Dia Nacional da Cultura, por reflectir os inúmeros factores de desenvolvimento cultural, com realce para o acervo existente no Museu Regional do Dundo, na biblioteca provincial e as figuras do pensador (Samanhonga) e da Mwana Pwó que poderão ser internacionalizadas.

Por outro lado, a responsável elogiou a solidariedade das entidades locais para com os refugiados da RDC estacionados no município do Lóvua, referindo a criação de uma biblioteca móvel e um grupo de teatro pa-ra o mencionado campo a fim de entreter crianças e jovens. Carolina Cerqueira chamou a atenção para uma maior vigilância ao fenómeno de proliferação das igrejas ilegais, por forma a manter a estabilidade social e a defesa da soberania nacional. Sob o lema “Pela preservação da nossa identidade cultural comemoremos o Dia da Cultura Nacional”, o acto realizar-se-á hoje no Campo de Ténis do Grupo Desportivo Sagrada Esperança da Lunda-Norte, e será presidido pela ministra da Cultura, Carolina Cerqueira.

O programa prevê a realização de diversas actividades, tais como uma feira de artes, lançamento de obras literárias e declamação de poesia. Isto sem esquecer a exibição de cinema de produção nacional, de peças teatrais, exposições fotográficas, dança e visitas a locais de interesse histórico-cultural, realização de palestras e seminários, constituintes doutros atractivos do programa.