Crise força mais de 200mil chineses a abandonar Angola

Crise força mais de 200mil chineses a abandonar Angola

A comunidade chinesa em Angola acredita que a visita de hoje, ao país, do seu ministro das Relações Exteriores, Wang Yi, pode contribuir para a atracção de novos investimentos destinados ao alavancamento da economia nacional

Entre 2015 e 2017, cerca de 250 mil cidadãos . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta