“As actuais e futuras gerações estão em dívida com os antigos combatentes”

O acto provincial alusivo ao dia dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, que decorreu sob o lema “Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, Orgulho do Povo Angolano”, foi marcado com a deposição de flores no túmulo do soldado desconhecido, no cemitério municipal de Malanje

Por: Miguel José, em Malanje

O governador provincial de Malanje, Norberto dos Santos “Kwata Kanawa”, considerou ontem , naquela cidade, que o Executivo angolano, as actuais e futuras gerações estão em dívida com os antigos combatentes, fonte de inspiração para a educação patriótica da actual e futuras gerações, assim como factor de reforço da coesão nacional.

No seu discurso a propósito da data ora assinalada, o governador justificou a sua afirmação pelas acções por estes assumidas em prol da Independência nacional. Por isso, valorizou o inestimável sacrifício consentido pelos antigos combatentes e veteranos da pátria, que permitiram a libertação do jugo colonial.

“A celebração desta importante data visa exaltar o feito dos heróis conhecidos e anónimos, que com o seu saber, coragem e sacríficio combateram para tornar Angola livre e independente”, sublinhou. “Kwata Kanawa” aproveitou a ocasião para exortar todos os actores sociais a prestarem devi-da valorização deste segmento da sociedade, cabendo ao Executivo continuar a traçar projectos sustentáveis, com vista a potenciá-los e priorizar outros incentivos tendentes à criação de empresas, sobretudo agrícolas, para a geração de receitas e combate à pobreza no seio dos mesmos. Ainda de acordo o governante, a inserção de mais antigos combatentes em projectos habitacionais, a par da entrega de terrenos para auto-construção dirigida, constitui outra das saídas viáveis para a melhoria das condições de vida daqueles que tudo fizeram para que Angola fosse, hoje, um Estado livre.

“A data de 15 de Janeiro constitui fonte de inspiração para a educação patriótica da actual e futuras gerações, assim como factor de reforço da coesão nacional”, exaltou. Na mensagem lida na ocasião, os antigos combatentes elogiaram o governo de João Lourenço, e as medidas que tem tomado para o reforço da justiça social, combate à corrupção e à impunidade, para além daquelas que visam diversificar a economia nacional.

E em concordância com o governador, os antigos combatentes e veteranos da pátria solicitaram apoios para o fomento da agricultura familiar, através da aquisição de novos tractores agrícolas, bem como a resolução da problemática da habitação. No entanto, 15 de Janeiro foi criado com o poprósito de homenagear os cidadãos que lutaram para a independência nacional e a defesa da pátria.