loader

Luanda acolhe amanhã conferência internacional sobre aviação civil

O evento vai reunir operadores do sector da aviação civil, companhias aéreas, gestores de aeroportos e a autoridade que regula o transporte aéreo de passageiros no país

Por: Miguel Kitari

Luanda acolhe amanhã, 18, uma Conferência Internacional sobre a Aviação Civil em Angola, numa organização conjunta da IATA e a TAAG, Companhia Aérea de bandeira nacional. Ao evento cuja abertura será presidida pelo ministro dos Transportes, Augusto da Silva Tomás, participarão especialistas internacionais do sector, entidades governamentais, regula-dores do sector, corpo diplomático, companhias aéreas e agentes de viagem.

Em exclusivo ao OPAÍS, o portavoz da TAAG, Carlos Vicente, disse que “ temos tudo pronto para que o evento possa se traduzir numa mais-valia para o sector aeronáutico nacional. Por isso, apelamos a participação activa de todos os actores”, apelou, ao mesmo tempo que confirma a presença de altos responsáveis da IATA na conferência.

A Conferência Internacional subordinada ao tema “A Importância da Aviação Civil no Desenvol- Quadros seniores da aviação civil mundial encontram-se reunidos em Luanda vimento Económico de Angola” abordará, de entre outros, aspectos ligados ao estudo da IATA sobre o valor da aviação para o país, a regulamentação do sector, e o sistema de compensação e redução de dióxido de carbono na aviação internacional da Organização da Aviação Civil Internacional.

O programa refere ainda que serão prelectores o Vice-Presidente Regional África e Médio Oriente – IATA, Muhammad Ali Albakri “ Foco do País”, Alexandre de Juniac (Director Geral e Presidente do Conselho de Administração – IATA), assim como a “ Importância da aviação civil no desenvolvimento económico de Angola”, Paul Steele, Vice-Presidente & Relações Externas da IATA).

O tema “Valor da Aviação” terá com prelector Raphael Kuuchi, Vice- Presidente da IATA para África, “Regulamentações Inteligentes” será apresentado por Adeyemi Adefunke, Membro Principal Regional & Relações Externas África e Médio Oeriente da IATA, “CORSIA Sistema de Compensação e Redução de Carbono para Aviação Internacional”, por Paul Steele, Vice-Presidente & Relações Externas da IATA.

O tema “Programa de Desenvolvimento de Agências IATA” terá como prelector Janaurieu D’sa, representante para África Austral SAF-IATA, e “Actual perspectiva sobre o Mercado Africano”, tema que será apresentado por Miguel Santos, representante para África e Médio Oriente da Boeing.

De realçar que é a primeira vez na história desta organização internacional, que o seu mais alto representante visita Angola, numa altura em que o país se projecta cada vez mais como um hub na região austral de África. Fundada em Abril de 1945, a IATA conta com mais de 280 companhias- membro, entre as quais a companhia de bandeira angolana, e representa 83% do total de tráfego aéreo gerado em todo mundo.

Repatriamento de capitais, pois claro Hoje, 17, a delegação da IATA encabeçada pelo seu Presidente e Director Geral, Alexandre De Juniac, estabelece contactos com membros do Executivo, para abordar aspectos ligados às dificuldades que as companhias aéreas estrangeiras que operam para o mercado angolano têm enfrentado no que concerne o repatriamento de capitais.

Operam de forma regular para Luanda companhias regulares e irregulares, com realce para a TAP, Lufthansa, Emirates, Ethiopia Airlines, South Africa Airways, Brusells, Air France, Air Namíbia e KLM.

Últimas Notícias