loader

Bispo católico apela à participação massiva na II Jornada nacional da Juventude

Bispo auxiliar da Arquidiocese de Luanda, Dom Zeferino Zeca Martins, anunciou em Luanda, a realização, de 15 a 20 de Maio deste ano, da II Jornada Nacional da Juventude, tendo apelado à participação massiva da classe

Por: Maria Custódia

O responsável, também presidente da Comissão Episcopal da juventude da CEAST, informou que o evento é uma organização conjunta das dioceses de Luanda, Caxito e Viana (LUCAVI 2018) e vai decorrer sob o lema “Eis-me aqui a serva do senhor, faça-se em mim a tua palavra”.

Acrescentou que o tema escolhido para a II Jornada, que também será o hino da próxima Jornada Mundial da Juventude a realizar- se em Janeiro de 2019, no Panamá, pretende ser um incentivo para que os jovens que, como Maria, manifestaram a sua imediata disponibilidade ao projecto de Deus.

O prelado referiu que as mesmas destinam-se, sobretudo, àqueles jovens com escassas possibilidades de participarem nas jornadas mundiais da juventude. “Desejo profundamente que esta II jornada fique marcada indelevelmente no coração e na alma dos jovens angolanos, como verdadeiro lugar de encontro com Cristo”, augurou.

Por seu turno, o porta-voz do Secretariado Nacional da Pastoral Juvenil (SNPJ), Fernando Kawendimba, explicou que para participar, cada delegado deverá pagar uma taxa de 25 mil kwanzas, que incluirá o transporte, alimentação e um kit. Prevê-se albergar aproximadamente dois mil jovens e pretende- se reacender a fé em relação a Deus e à igreja, mas também para a troca de experiências, não só religiosas como culturais entre os provenientes de outros pontos do país.

Disse esperar contar com jovens de 25 dioceses e de mais de cinco movimentos apostólicos juvenis. Consta no programa, a realização da missa de abertura no primeiro dia, que será celebrada pelo bispo da Diocese de Luanda, Dom Filomeno Vieira Dias, que vai oficialmente receber todos os jovens provenientes das diversas dioceses e catequeses.

O encontro incluirá ainda apresentações de música sacra católica, a via-sacra, vigília na igreja da Muxima e culminará Domingo com a missa de encerramento. Manifestou que a juventude católica, no fundo, é aquela mesma que também frequenta a mesma sociedade angolana que se tem debatido com as dificuldades no acesso ao primeiro emprego e ao emprego em geral, ao sistema de ensino, o desemprego, a dependência das drogas, com destaque para o álcool, a delinquência, a paternidade irresponsável, a vida sexual desregrada, a gravidez precoce.

Últimas Notícias