Negociações na BODIVA cresceram 43,5% em 2017

 O montante negociado no Mercado Secundário de Dívida Pública (MSDP) em 2017 cresceu 43,5%, para 525,1 mil milhões Kz, face aos 365,9 mil milhões Kz movimentados em 2016. Os dados disponibilizados pela Bolsa de Dívida e Valores de Angola (BODIVA) são referentes a Dezembro de 2017

A Bolsa de Dívida e Valores de Angola informa que de Janeiro a Dezembro do ano passado, o montante médio mensal de negociação foi de Kz 43,7 mil milhões Kz, superior em Kz 13,3 mil milhões Kz (44%) aos Kz 30,4 mil milhões de 2016, sendo que os meses com maior montante de negociado foram Dezembro, Novembro e Agosto, com Kz 131,2 mil milhões, Kz 86,2 mil milhões e Kz 62,8 mil milhões, respectivamente.

No que se refere ao número de negócios realizados, constatouse uma diminuição de 17% face a 2016. No ano passado, registaramse 1685 negociações se que comparam às 2039 de 2016. Em média, em 2017, ocorreram 140 negócios por mês, sendo que os meses em que se realizaram mais negócios foram Dezembro, Novembro e Outubro.

Segundo a nota da BODIVA, o Banco de Fomento Angola (BFA), enquanto agente de intermediação, liderou o ranking de montantes negociados (Kz 194,7 mil milhões), bem como de negócios realizados (1243), pelo terceiro ano consecutivo. Recorde-se que este banco foi o primeiro agente licenciado pela Comissão do Mercado de Capitais e o primeiro autorizado a operar nos mercados regulamentados da BODIVA.

O Standard Bank Angola manteve o segundo lugar nos montantes negociados, ao somar Kz 170,5 mil milhões, depois de ter figurado no quarto lugar em 2015. Quanto ao número de negócios realizados, este membro de negociação é o terceiro da lista, com 196 operações, depois do BAI (320).

O BAI foi o terceiro na posição de maiores montantes transaccionados, seguidos pelo BIC e o Atlântico. No primeiro trimestre de 2017, ocorreram 271 negócios, movimentando pouco mais de Kz 46 mil milhões, uma diminuição de 39% face ao período homólogo. O montante médio mensal de negociação foi de Kz 15,3 mil milhões, sendo que Março foi o mês que apresentou maior volume negociado, com Kz 20,6 mil milhões.

Relativamente aos negócios realizados por ano de vencimento, existiu uma maior propensão para negociar títulos de maturidade mais curta. Verifica-se assim que os negócios realizados nas maturidades de 2017, 2018 e 2019 representaram 36%, 43,7% e 11,20%,respectivamente.

Em relação ao montante negociado por maturidade, o documento dá conta de que se verificou a mesma tendência nos negócios realizados, isto é, as maturidades até três anos representam 84,25% do total. Neste contexto, 2017, 2018 e 2019 representaram 16,12%, 54,58% e 13,55%, respectivamente. Assim, no que se refere aos títulos mais negociados, verifica-se um aumento expressivo no peso dos bilhetes do Tesouro (BT) no total do montante negociado, sendo os três títulos mais transaccionados os BT de 91 e 364 dias. Não obstante, os títulos mais negociados foram de intermediação e os clientes particulares representaram 31,83% e 5,28%, respectivamente.

No que toca às operações de venda, os agentes de intermediação representam 74,63% do montante total, seguidos pelos clientes-empresa (21,43%) e pelos particulares (3,94%).

Ao contrário dos primeiros meses do ano, o quadro reverteu-se no terceiro trimestre, com o MSDP a registar 524 negócios e movimentando um total de Kz 134,1 mil milhões, um aumento de 24,96% face ao homólogo.

A Bolsa de Dívida e Valores de Angola (BODIVA) é a entidade responsável por assegurar a transparência, eficiência e segurança das transacções nos mercados regulamentados de valores mobiliários, estimulando a participação de pequenos investidores e a concorrência entre todos os operadores no mercado angolano.