E eles vivem…

E eles vivem…

É verdade que uma vida não se paga com outra, não se substitui. Mas o sentido de justiça da sociedade começa cada vez mais a exigir a reposição da pena de morte em Angola. A sociedade, pelo menos boa pare dela, não gosta da ideia . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta