40 migrantes clandestinos tunisinos em greve de fome na Itália

40 migrantes clandestinos tunisinos em greve de fome na Itália

Quarenta migrantes clandestinos tunisinos observaram uma greve de fome na ilha italiana de Lampedusa, cosendo mesmo as suas bocas, anunciou no fim-de-semana a associação Forza Tunisie num comunicado. No mesmo comunicado, a asso- “pelo menos” 11 militantes foram agredidos pela Polícia, por, alegadamente, terem entrado em discussão com os agentes. O secretário nacional do PAIGC indicou que “para já” há água e luz elétrica da rede pública na sede, mas o problema, disse, é arranjar comida para mais de 200 pessoas, com a sede cercada pela Polícia.


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta