Itália pronta para acolher conferência de países africanos de trânsito de emigrantes

O Ministério italiano dos Negócios Estrangeiros está pronto para organizar a segunda conferência dos países africanos de trânsito para fluxos migratórios, a iniciar-se hoje, Terça-feira, 6, noticiaram Sábado vários órgãos de media líbios

Participam neste encontro sob o lema “Responsabilidade Partilhada para se Alcançar um Objetivo Comum: a Solidariedade e Segurança”, países africanos, nomeadamente a Líbia, a Argélia, o Tchad, o Sudão, o Egipto, o Níger, a Etiópia e a Tunísia, bem como europeus, como a França, a Alemanha, Malta, o Níger, os Países Baixos, a Espanha.

A conferência será aberta pelo ministro italiano dos Negócios Estrangeiros, Angelino Alfano, seguindo-se uma intervenção da alta representante da União Europeia (UE) para os Negócios Estrangeiros e Política de Segurança, Federica Mogherini, do director-geral da Organização Internacional para as Migrações (OIM), William Lacy Swing.

Também vão tomar a palavra o secretário-geral da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), Thomas Grimminger, que assume a presidência rotativa do Conselho da União Europeia representada pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Todor Stoyanov.

A conferência tenciona acompanhar a nova abordagem do diálogo que abriu a declaração conjunta da primeira edição desta reunião, realizada a 6 de Julho último em Roma, na Itália, e baseada numa parceria entre os países europeus e outros países de trânsito de fluxos migratórios em África.