Vladmiro Gonga apresenta concerto extra- acústico no Camões

O músico Vladmiro Gonga apresenta no dia 24 (Sábado), às 19 horas, no Camões/Centro Cultural Português (CCCP) um concerto extra-acústico, onde irá apresentar a sua obra discográfica “Massamba Jazz”, músicas inéditas e de clássicos angolanos e internacional.

POR: Antónia Gonçalo

O concerto com duração de duas horas vai permitir ao artista apresentar a sua primeira obra discográfica lançada em 2015, composto por 10 faixas musicais de vários géneros, como kilapanga, massemba, semba e jazz, cantadas em português, kimbundo, umbundo, lingala, kikongo e suaíli Em declarações a OPAÍS, Vladmiro Gonga referiu que as sonoridades que compõem as músicas estão combinadas com o jazz, resultantes de uma fusão, com tendência para massemba. Segundo o artista, o concerto visa responder às solicitações dos fãs que gostam de ouvi-lo tocar violão e cantar.

“Tenho feito muitos concertos com a banda, tenho fãs que gostam de ver-me a tocar viola, algo completamente diferente, onde há o piano e guitarra, e outros instrumentos”, apontou. As músicas inéditas que serão apresentadas farão parte do seu próximo trabalho discográfico. Vladmiro Gonga considerou a realização do concerto de grande importância para si, pelo facto de permitir-lhe mostrar o trabalho que desenvolve. Referiu ainda que “todos os dias escrevo, componho, toco. Sou um criador, que além de trabalhar com a Língua Portuguesa, trabalho também com Línguas Nacionais”.

Participações

O concerto conta com a participação especial de Toty Sa’med, Amosi Label, Isaú Fortunato e Jack Nkanga. Vladmiro Gonga avançou que com Toty Sa’med vai interpretar músicas de André Mingas e do músico brasileiro, Caetano Veloso. Com Isaú Fortunato vai fazer um dueto com temas musicais de Carlitos Vieira Dias, enquanto com Jack Nkanga temas músicas do congolês, Lokua Kanza. O artista realizou vários concertos no país, com a participação de Filipe Mukenga, Sandra Cordeiro e Duo Canhoto, Carlitos Vieira Dias e Carlos Lopes. Referiu que a presença dos artistas está relacionada com o intercâmbio musical.

Apoio

Quanto ao apoio do CCCP realçou ser uma iniciativa que engrandece a cultura angolana, assim como os artistas, que, segundo ele, muitas vezes encontram dificuldades em conseguir espaço onde possam realizar as suas actividades. “Os que fazem música alternativa como eu, nem sempre têm oportunidade de fazerem os seus concertos, e o Camões abre-nos as portas, dá-nos 50% do que precisamos para o show, assim como a atenção”, considerou.

O artista

Vladmiro Gonga cantor, compositor, violinista, pesquisador e produtor musical, cruza influências e combina ritmos tradicionais de África com o Jazz, Folk e Bossa Nova, numa busca criativa que traz novas sonoridades à música popular angolana. Influenciado pelos cantores/ compositores brasileiros, Djavan, Milton Nascimento, Caetano Veloso e Gilberto Gil valoriza, no plano nacional, a ousadia e renovação estética da música de Filipe Mukenga e André Mingas, na qual conceptualmente se revê.