Cremilda Medina encantou o B.Leza club em Portugal na apresentação do “folclore”

A artista cabo-verdiana Cremilda Medina subiu no Domingo, 4, ao Palco do B.Leza Club, quando passava pouco das 23 horas de Lisboa, onde o público, que encheu o B.Leza Club, rendeu-se à sua sonoridade

A artista actuou e encantou os presentes, numa noite onde a Morna e a Coladera foram as rainhas dos estilos musicais presentes na apresentação do seu CD “Folclore”. Cremilda viajou por todas as composições do seu álbum e teve consigo dois convidados especiais nessa viagem.

Nancy Vieira, uma das suas referências na música de Cabo Verde, subiu ao palco para fazer um dueto com Cremilda na música “Doce Guerra”, composição de Antero Simas, momento que abrilhantou ainda mais a noite que já ia repleta de emoções, com Ricardo Martins, músico Português que, com a sua guitarra portuguesa, acompanhou Cremilda no Fado “Sou Crioula”, composição do escritor angolano José Eduardo Agualusa.

As mornas “Raio de Sol”, “Sonho duma crioula” composição de Morgadinho e “Um sonho cordode”, composição de Paulino Vieira, interpretadas de forma sublime, fizeram subir ainda mais as emoções que já iam bem altas, com composições que falam da sua falecida avó e de sonhos de um Cabo Verde e de um mundo melhor. Com o carnaval à porta, “Berço d’Morabeza”, o samba de ritmos brasileiros presente em “Folclore”, fez subir a temperatura e transformou o B.Leza num autêntico sambódromo, onde ninguém conseguiu ficar parado.

Com a simplicidade que a caracteriza, Cremilda Medina cativou com a sua voz doce e meiga, senhora de uma humildade única, encantou a plateia com grandes nomes da Cultura de Portugal e Cabo Verde, como são os casos de Zé Delgado, Rui Veloso e Rui Unas, que fez questão de partilhar nas redes sociais a fotografia que tirou com Cremilda Medina.

Ao ritmo da coladera “Falta di força” de Ti Goi, Cremilda terminou a viagem pela sua música, que fez uma vez mais levantar o públco. psente no B.Leza.