Presidente da República remodela diplomacia

O Chefe de Estado angolano João Lourenço procedeu ontem a exonerações e nomeações de embaixadores extraordinários e plenipotenciários.

Uma nota de imprensa da Casa Civil do Presidente da República, a que OPAÍS teve ontem acesso, diz que foram exonerados Ismael Gaspar Martins, do cargo de embaixador extraordinário e plenipotenciário da República de Angola junto da Organização das Nações Unidas (ONU); José Agostinho Neto, de embaixador extraordinário e plenipotenciário de Angola no Botswana; João Vahekeni, de embaixador extraordinário e plenipotenciário de Angola no Japão; Virgílio Marques de Faria, de embaixador extraordinário e plenipotenciário de Angola no Quénia; Maria Elizabeth Simbrão de Carvalho, de embaixadora extraordinária e plenipotenciária de Angola no Reino da Bélgica; Miguel Costa, de embaixador extraordinário e plenipotenciário de Angola em França; João Garcia Bires, de embaixador extraordinário e plenipotenciário de Angola na China.

Maria de Jesus dos Reis Ferreira deixa o cargo de embaixadora extraordinária e plenipotenciária de Angola na Áustria e Apolinário Jorge Correia sai de embaixador extraordinário e plenipotenciário de Angola junto do Escritório das Nações Unidas em Genebra e organismos internacionais; Num outro despacho, o Chefe de Estado exonerou ainda João Bernardo de Miranda, do cargo de governador provincial do Bengo.

Nomeações. Dois ex-MIRE X passam a embaixadores

Quantos às nomeações, João Lourenço indicou o ex-governador provincial do Bengo (e antigo ministro das Relações Exteriores), João Bernardo de Miranda, para embaixador extraordinário e plenipotenciário de Angola na República de França; Georges Rebelo Pinto Chicoti, outro ex-ministro das Relações Exteriores, foi nomeado para a pasta de embaixador extraordinário e plenipotenciário de Angola junto no Reino da Bélgica, Grão Ducado do Luxemburgo e representante permanente Junto da União Europeia; João Salvador dos Santos Neto vai para embaixador extraordinário e plenipotenciário de Angola na China; Joaquim Duarte Pombo para embaixador extraordinário e plenipotenciário de Angola em São Tomé e Príncipe. Margarida Rosa da Silva Izata vai para embaixadora extraordinária e plenipotenciária de Angola junto do Escritório das Nações Unidas e demais organismos em Genebra, Suiça; Maria Filomena Lobão Telo Delgado, ex-ministra da Família e Promoção da Mulher, vai ocupar a pasta de embaixadora extraordinária e plenipotenciária de Angola na África do Sul.

Maria de Jesus dos Reis Ferreira passa a embaixadora extraordinária e plenipotenciária de Angola e representante permanente junto da Organização das Nações Unidas em Nova Iorque; José Luís de Matos Agostinho, o ex-ministro da Comunicação Social, é o novo embaixador extraordinário e plenipotenciário de Angola no Reino de Espanha. Beatriz Antónia Manuel de Morais passa a embaixadora extraordinária e plenipotenciária de Angola no Botswana; Syanga Kivuila Samuel Abílio passa a ocupar os cargos de embaixador extraordinário e plenipotenciário de Angola no Quénia e na representação permanente junto dos escritórios das Nações Unidas em Nairobi. Por último, o Presidente da República assinou um despacho a nomear interinamente Domingos Guilherme, o vice-governador provincial do Bengo para os Serviços Técnicos e Infra-estruturas, para responder pelos assuntos da competência do governador da província do Bengo enquanto não for nomeado um governador.