Accionistas angolanos defendem Unitel em Paris

Accionistas angolanos defendem Unitel em Paris

O acordo parassocial da Unitel prevê que os diferendos entre accionistas sejam dirimidos num tribunal arbitral em Paris e a capital francesa é o palco do processo arbitral que decorre do diferendo que opõe os accionistas angolanos aos brasileiros da Oi.


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta