Editorial: Silêncio ministerial

Editorial: Silêncio ministerial

De súbito, a ministra da Saúde parece ter-se retirado da frente das câmaras. E fez bem. Os problemas do seu sector não são para tratar por via da imprensa, apesar da importância da comunicação que deve ser . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta