loader

Chefe da igreja universal afastado por Adultério

O líder máximo da Igreja Universal do Reino de Deus em Angola, João Leite, foi destituído após ter assumido que traiu a sua esposa. A igreja lamentou o facto e, neste momento, os fiéis angolanos esperam por um novo líder.

POR: Romão Brandão

O escândalo bateu a porta da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Angola, desta feita aparece o bispo brasileiro, João Leite, responsável, envolvido num caso de adultério. Informações postas a circular, nas redes sociais, desde a última Quarta-feira, dão conta que o bispo João Leite teve relações extra-conjugais com outras crentes, no Brasil, tendo uma delas denunciado o facto. João Leite, que teve de ser afastado, não desmente o facto e aparece num outro vídeo a pedir perdão.

No vídeo em que aparece a esclarecer o escândalo em que está envolvido, o bispo João Leite começa por pedir que Deus abençoe a todos e a deixar claro que não o fazia por qualquer tipo de coacção. Em companhia de sua esposa, Carla Leite, o bispo, até então responsável pelas “ovelhas angolanas”, disse estar a ser sincero com o Pai Celestial, a Igreja e a sua esposa, e, por isso, assume que traiu a sua mulher. “Eu cai, eu traí a minha esposa, traí a minha igreja e os meus amigos”, disse, tendo acrescentado que quer aprender a perder sem se perder, pelo que pede perdão a todos, incluindo a Universal, porque é e sempre será “a Universal”.

Recorda que passou por momentos difíceis antes de chegar àquela igreja que o acolheu, num momento em que achava que não existia vida. Pede que, por misericórdia, não seja julgado e, sim, que os irmãos orem por ele, uma vez que vai precisar. “Tenho a certeza que vou-me levantar, pois é isso que a Universal faz, já que o trabalho da igreja é levantar os caídos. Não sou mais bispo, não sou mais obreiro, mas sou de Deus”, finalizou. No site da igreja, universal.org, confirma-se o afastamento do bispo com os seguintes dizeres: “A Igreja Universal do Reino de Deus lamenta informar o desligamento de João Leite do seu quadro de pastores e bispos devido à confirmação de infidelidade conjugal”, lê-se. A IURD tomou conheceimento do facto com imensa tristeza, como fez saber na nota publicada a 12 de Fevereiro, por meio da confissão de João Leite, nos últimos dias. Apesar de afastá-lo do ministério, a Igreja continuará oferecendo apoio espiritual a João Leite e sua família para que encontrem forças neste momento difícil e prossigam para a restauração total de seu lar e comunhão com Deus.

O caso pode ser abafado?

O ex-bispo Alfredo Paulo, em Portugal, esteve na mesma situação e foi afastado. Em relação ao caso do bispo João Leite, diz que as informações que recebeu é que o bispo está a sair de Angola e vai ao Rio de Janeiro, Brasil, para uma reunião de bispos onde terá de confessar publicamente o “pecado que cometeu”. Alfredo Paulo questiona-se se será feito com o bispo João Leite o que foi feito consigo, quando cometeu o mesmo pecado, que é a distribuição de folhetos e consequente pronunciamento do bispo máximo da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo, alegando não haver mais jeito ou se vai preferir abafar o caso.

Entretanto, o ex-bispo, no vídeo, denuncia ainda que João Leite sabe de muitas coisas da igreja em questão, dentre as quais a remessa de dólares que saiam de Angola para outros países, bem como do terreno onde se faz o garimpo de diamantes, facto que pode influenciar para que se abafe o caso. Alfredo Paulo, num outro vídeo de duração de mais de 7 minutos, explica que recebeu um correio electrónico que diz que o caso de João Leite só se despoletou quando este pediu para trazer para Angola uma de suas amantes (do Brasil), porque estava com saudades dos seus serviços, tendo esta negado e revelado a um outro bispo que era sua amante. Entre as mulheres com quem o bispo se terá envolvido fora do casamento, segundo Alfredo Paulo, estão secretárias e esposas de líderes regionais. Ele fala em pelo menos três esposas com quem o bispo João Leite teve relações.

Importa frisar que Alfredo Paulo, que foi bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, foi afastado, e hoje é tido como uma das principais “pedras no sapato daquela igreja”. Dedica-se a denunciar todo e qualquer mal que é feito pela IURD e seu o principal líder, Edir Macedo, bem como os outros líderes. Ele criou um blogue denominado “A outra face Universal”. No blogue, com mais 160 mil visualizações, o bispo alerta que não ficará em silêncio e, dentre vários assuntos, traz a questão dos “Estatutos secretos da IURD”, “17 curiosidades sobre a IURD”, “Playlist – evasão de divisas”, entre outros. A sua última publicação, de 15 de Fevereiro, fala sobre “Bastidores da IURD – Sexo, pornografia e dinheiro!”.

Neste momento, o clima nos templos pertencentes àquela igreja, em Angola, não é dos melhores, pois alguns pastores, depois do que aconteceu, receiam a saída de muitos membros. Entretanto, aos membros é pedida a atenção para que não percam a fé e tenham olhar firme à Jesus; olhem para Deus e não para o que o homem faz, pois o escândalo é inevitável. Este jornal ligou para o número 226434223, a pessoa que atendeu não se identificou e quando soube que estava a falar com um jornalista desligou o telefone. As tentativas seguintes foram atendidas por uma gravação que dizia que os pastores estavam todos ocupados e para que deixássemos os nossos nomes e dos nossos familiares para que os pastores rezassem por nós.

  • Gilberto Gonçalves Freire

    Ninguém precisa de intermediários… ninguém precisa de pastores.. padres etc. Quem tem fé em Deus.. pode exercê-la sem essas pessoas.

Últimas Notícias