Angola e Venezuela incrementam relações

As repúblicas de Angola e da Venezuela manifestaram a intenção de intensificar as relações de cooperação nos sectores dos petróleos, diamantes, educação e transportes aéreos

O facto foi revelado nesta Quarta-feira,21, em Luanda, pelo ministro do Poder Popular e dos Negócios Estrangeiros da Venezuela, Jorge Alberto, à saída de uma audiência concedida pelo Presidente da República, João Lourenço.

À imprensa, o governante venezuelano informou que avaliou, com o Chefe de Estado angolano, a situação política da Venezuela e internacional, no quadro do incremento das relações de cooperação.

A República Bolivariana da Venezuela é um país localizado no Norte da América do Sul, com uma área total de 916.445 quilómetros quadrados. Possui uma economia mista, baseada no mercado dominado pelo petróleo que responde por cerca de um terço do Produto Interno Bruto (PIB). A Venezuela mantém desde 2005 relações diplomáticas plenas com o continente africano, onde Angola é tida como uma das parceiras de grande importância. As relações entre os dois países foram impulsionadas pela visita do então Presidente da Venezuela, Hugo Chávez, a Angola, em Agosto de 2006.

Em Julho de 2017, a Venezuela e Angola assinaram, em Caracas, dois memorandos de entendimento para desenvolver a extracção de diamantes em território venezuelano.

Os acordos contemplam a cooperação para a formação de mineiros profissionais venezuelanos na produção de diamantes, a nível artesanal, semi-industrial e industrial, a optimização de processos de comercialização de diamantes em bruto, lapidação, organização, tramitação e dinamização de procedimentos com base no Sistema de Certificação do Processo Kimberley, que controla as exportações de diamantes e a comercialização legal no mercado internacional.