De todo o mundo para Ntaya por Simão Toco

De todo o mundo para Ntaya por Simão Toco

Não são apenas cidadãos nacionais que “enchem” a pacata localidade de Ntaya. Passeando-se pelas suas ruas e ruelas, pode-se encontrar peregrinos vindos de países africanos, europeus e asiáticos.

POR: André Mussamo
enviado a Maquela do Zombo

Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta