Fornecedora global de tubagem ao sector petrolífero investe USD 1 milhão em Angola

Uma das principais fornecedora mundiais de estruturas tubulares à indústria do petróleo e do gás passa a deter 49% do capital de uma sociedade angolana, que veiculará um investimento de um milhão de dólares, financiando inteiramente por recursos próprios

Luís Faria

Tenaris, uma empresa global sediada em Singapura, vai investir, através de uma subsidiária luxemburguesa, um milhão de dólares na comercialização de produtos siderúrgicos destinados à indústria petrolífera, nomeadamente tubos de aço, conexões, acessórios e prestação de serviços relacionados.

A subsidiária luxemburguesa da Tenaris é detida na totalidade pela empresa mãe e encondr tra-se cotada em bolsa e passará a deter 49% da sociedade angolana que será veículo do investimento a realizar, a Tubular Services Angola, a qual contará com um parceiro nacional.

O projecto de investimento, que será implantado na província de Luanda, na Zona de Desenvolvimento A, será inteiramente realizado com recurso a fundos próprios provenientes do exterior, equivalentes em kwanzas a um milhão de dólares. A Tenaris é uma empresa líder no fornecimento de tubos e serviços conexos à indústria mundial de energia e ainda destinados a aplicações industriais industriais.

Os seus principais produtos são o equipamento tubular e tubos estruturais e mecânicos. A marca, apresentada em 2001, resulta das sucessivas integrações de empresas de Itália, Japão e América Latina. Entre os principais clientes da empresa figuram os grandes nomes dos sectores do petróleo e do gás, além de empresas de engenharia voltadas para a extracção, transporte e processamento de petróleo e gás.

A empresa oferece soluções de tubulações e conexões em aço para diferentes situações, desde as águas profundas, às regiões árticas e à perfuração para extracção de óleo de xisto.

Produção em 16 países

A estrutura industrial da Tenaris, implantada em 16 países, contempla, a produção de aço, laminação e modelagem de dutos, tratamento térmico, rosqueamento e finalização, sendo complementada por uma rede global de laboratórios de investigação e desenvolvimento e unidades de teste de produtos em quatro continentes, além de centros de serviço e de distribuição em 25 países.

No último ano, a Tenaris, que se encontra cotada nas principais bolsas internacionais, realizou vendas da ordem de USD 5,3 mil milhões, traduzindo um crescimento de 23% em relação ao exercício anterior, e obteve um EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciações e amortizações, ou seja, o que a empresa gera de recursos operacionais), de USD 943 milhões, mais 58% que em 2016 e o equivalente a 17,8% das vendas líquidas realizadas.

O contrato de investimento firmado com o Estado angolano, aprovado em despacho do ministro dos Recursos Minerais e Petróleos, Diamantino Azevedo, datado de 29 de Dezembro, representado na sua assinatura pelo director interino da Unidade Técnica de Apoio ao Investimento Privado (UTAIP) do Ministério dos Recursos Minerais e Petróleo, define como objectivos o incentivo ao crescimento da economia nacional, a celebração de parcerias entre entidades nacionais e estrangeiras e a criação de postos de trabalho e qualificação da mão-deobra angolana.

O projecto de investimento prevê a criação de 33 postos de trabalho ao longo da sua implantação, 15 dos quais logo no primeiro ano, sendo que, destes, 13 se destinam a trabalhadores nacionais e dois a trabalhadores estrangeiros.