Comandante da Polícia acusado de ter violado uma adolescente

O comandante da Unidade de Trânsito do município do Lobito, Ernesto Ferreira dos Santos, em Benguela, é acusado de se ter envolvido sexualmente com uma menina de 13 anos de idade.

POR: Zuleide de Carvalho, em Benguela

O caso já está nas instâncias superiores e será entregue ao Ministério Público para o devido encaminhamento. Este acto, que pode constituir um crime de pedofilia, foi denunciado às autoridades pela família da vítima, a menina de 13 anos, que acusa o comandante municipal da Polícia de Trânsito do Lobito de ter mantido uma relação sexual com a menina.

Tendo a inocência da criança sido molestada por uma autoridade policial, em entrevista, o porta- voz provincial da Polícia, superintendente Pinto Caimbambo, declarou que já foi “instaurado um processo crime, que decorre os seus trâmites legais”, para que o dirigente seja responsabilizado. Justificando não haver muitos dados para se avançar para uma acusação de pedofilia contra o comandante municipal, o superintendente garantiu, na manhã de ontem, que o caso “brevemente será entregue ao Ministério Público”. “Sobre o assunto, não temos nada a esconder.

O comandante foi suspenso das suas funções assim que fomos inteirados da situação”, declarou. As autoridades policiais apuraram ainda que não há grau algum de parentesco entre a vítima e o algoz acusado de se envolver sexualmente com a menina. E, à partida, não houve recurso à prática de pedofilia, “foi um caso que aconteceu e automaticamente foi denunciado”, atestou Pinto Caimbambo. Para além do processo crime contra o suposto polícia pedófilo e molestador, o porta-voz provincial da Polícia referiu que um processo disciplinar decorre na sua instituição.