Menos de 50% dos antigos combatentes da FNLA recebe pensão do Estado

Menos de 50% dos antigos combatentes da FNLA recebe pensão do Estado

A Associação dos Antigos Combatentes da FNLA integra 20.762 mil membros, dos quais apenas três mil estão inscritos nos Serviços de Segurança Social, segundo informações prestadas a OPAIS pelo presidente da agremiação, Lino Ucaca.

Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta