PUNIV e Mutu ya Kevela destinados à formar professores de excelência

Aguarda-se apenas a disponibilidade do Presidente da República, João Lourenço, para se proceder a inauguração da escola

Por: Afrodite Zumba

Secretário de Estado do Ensino geral e Pré-Universitário, Joaquim Cabral, revelou ontem, em exclusivo a este jornal, que as escolas do PUNIV Central e Mutu ya Kevela (antigo Liceu Salvador Correia), recentemente transformadas numa só instituição, será vocacionada à formação de professores. Segundo o governante, estão criadas todas as condições para o arranque do ano lectivo, ainda este ano e, neste momento, o Ministério da Educação (MED) aguarda pela disponibilidade do Presiden-te da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, que fará o corte da fita.

“Será uma escola para formar professores de excelência. Como é uma escola emblemática, o MED achou por bem solicitar ao Presidente da República que a inaugurasse”, explicou Joaquim Cabral.

Questionado sobre o número de turmas que a nova instituição vai albergar e o número de estudantes matriculados, o responsável salientou que já foi nomeada uma direcção e somente esta se encontra, por ora, apta a responder. Importa realçar que, num período de dois anos, foram realizadas obras para a ampliação e requalificação das duas infra-estruturas, nomeadamente escolas do PUNIV Central e Mutu ya Kevela, de formas a fundi-las numa só instituição.

No princípio do mês de Fevereiro do ano em curso, as obras encontravam- se em fase derradeira e, de acordo as imagens que circulavam pelas redes sociais, mostravam que já estava apetrechada e devidamente mobilada. Com a abertura da nova instituição, a província de Luanda ganhará novas salas de aulas, um campus desportivo, bibliotecas, entre outros instrumentos que proporcionarão aos estudantes melhor qualidade de ensino e aprendizagem.

As escolas do PUNIV Central (instituto pré-universitário) e Mutu ya Kevela (antigo Liceu Salvador Correia) encontram-se localizadas no distrito urbano da Ingombota e, até 2016, tinham gestões diferentes, pelo que os alunos de uma não tinham acesso a outra, e vice-versa.

INAC quer pais a inscreverem crianças para tratamento na Alemanha

O director do gabinete provincial do Instituto Nacional da Criança (INAC), na Huíla, Abel Chico Joaquim incentivou, ontem, os pais e encarregados de educação, cujos filhos padecem de patologias de índole motora e deficiência na pele, a inscreverem-nos no programa de bolsa de Saúde para que beneficiem de tratamento médico na República Federativa da Alemanha.

Em depoimento à Angop, o responsável sublinhou que o tratamento médico é um projecto firmado entre o governo angolano e a associação “Kimbo Liombembua”, com a embaixada da Alemanha, cujas inscrições de bolsa de Saúde tiveram já início a 27 de Fevereiro e terminam a 15 do mês em curso.

Sublinhou que o mesmo visa cadastrar menores com necessidade de cirurgia plástica, dermatologia, ginecologia, estomatologia, gastrentelogia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ortopedia, urologia, hipospadia, traumatologia e cardiologia. Considerou que só após a conclusão das candidaturas é que se vai definir o número de beneficiários e a data da viagem dos doentes inscritos para o efeito.

“As crianças constituem o futuro, por isso, deve-se dar o respeito, protecção e o máximo valor ao que assegura o seu crescimento e, no futuro, contribua para a sua eficácia na reconstrução do para o país a todos níveis”, disse. Em 2017, 46 crianças beneficiaram de tratamento médico na República da Alemanha. As mesmas apresentaram diagnósticos aceitáveis.