loader

Verdades eternas

Para já, estes dias são óptimos para jornalistas e analistas sem qualquer tipo de compromisso além da sua própria consciência, sem militâncias na sua função.

POR: José Kaliengue

Que é como deve ser. Não são bons dias para activistas, pelo menos no plano do esclarecimento das pessoas sobre a verdade, ou sobre aquilo que a ela mais se aproxime. Entre escândalos de burlas com tailandeses envolvidos e guerra aberta por causa da Sonangol, a matéria-prima abunda, há e continuará a haver, nos próximos meses, imensas verdades eternas, com todas as partes a tentarem mostrar a sua inocência, o bem do seu lado. Está tudo montado para termos um bom jornalismo, para que os bons profissionais façam o seu trabalho com calma, indiferentes à gritaria que normalmente se instala em situações semelhantes, alguma por ignorância, outra por emoção, e outra ainda por puro “aparecismo” ou “madoismo”. Estamos num bom momento para contar histórias bem contadas, sem emoções. A verdade verdadeira deixêmo- la a cargo dos tribunais e da sociedade… E da história também, só aí será eterna.

Últimas Notícias