Nigeriano eleito à frente do Tribunal Penal Internacional

Os juízes do Tribunal Penal Internacional (TPI) elegeram o seu colega nigeriano Chile Eboe Osuji como presidente do Tribunal para um mandato de três anos, com efeitos imediatos, noticiou Segunda-feira uma fonte oficial.

Segundo um comunicado de imprensa a que a PANA, Segunda-feira, teve acesso. o juiz checo Robert Fremr foi eleito primeiro vice- presidente e o francês Marc Perrin de Brichambaut segundo vice-presidente. “Estou muito honrado pela confiança demonstrada pelos meus pares que me elegeram presidente do Tribunal. Enquanto assumo as minhas funções, é encorajador contar com a vasta experiência dos dois vices-presidentes”, declarou o novo presidente do TPI.

Congratulando-se por poder trabalhar com os dois vice, bem como com todos os juízes e pessoal do Tribunal, afirmou que previa igualmente, com grande entusiasmo, a sua colaboração com a assembleia dos Estados Partes, a sociedade civil e a comunidade internacional para consolidar e reforçar o sistema do Estatuto de Roma, que celebra o seu 20° aniversário este ano.

“Agradeço também à presidente cessante, a juiz Sílvia Fernandez de Gurmendi, e aos seus dois vice-presidentes, Joyce Aluoch e Kuniko Ozaki, pelo seu trabalho e pela sua liderança”, acrescentou. A presidência, que compreende o presidente e dois vice-presidentes, define as orientações estratégicas para todo o Tribunal. Está encarregada da boa administração da instituição e da supervisão das actividades do escrivão.