Dois agentes da Polícia condenados por homicídio voluntário

Dois agentes da Polícia condenados por homicídio voluntário

Por desacato a autoridade, Pedro Nvika, de 27 anos, foi intoxicado e barbaramente torturado por dois agentes da Polícia Nacional que, ao vê-lo morto, jogaram o seu corpo ao rio Nkiende. O comandante que teria ordenado a sua detenção enforcou-se antes de prestar declarações . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta