Editorial: Jogo de “vilões”

Editorial: Jogo de “vilões”

AGT, subitamente, surge como vilã na economia nacional. Talvez o seja neste momento, mas há que ver o que a leva a apertar o garrote sobre as empresas. É que o hábito de cumprir as obrigações ficais em Angola era para os “distraídos”, enquanto os “vivos” buscavam sempre . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta