Gestores de piscinas não têm cultura de salva-vidas

Gestores de piscinas não têm cultura de salva-vidas

O porta-voz nacional do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros (SPCB), Faustino Sebastião, disse que tem sido muito raro receberem denúncias de casos de afogamentos em piscinas, mas nem por isso os gestores destes sítios devem ignorar o salva-vidas.


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta