Suíça efectua buscas aos escritórios da Quantum Global

Suíça efectua buscas aos escritórios da Quantum Global

As autoridades suíças abriram processos penais por possíveis delitos contra o Fundo Soberano e o Banco Nacional de Angola. Os escritórios de Jean-Claude Bastos, o chefe angolano-suíço do fundo Zug Quantum Global, foi alvo de buscas, noticia o jornal “Le Temps” da SuÍça.


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta